Os 7 Chakras e Seu Poder e Equilíbrio!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os 7 Chakras e Seu Poder e Equilíbrio!

Mensagem  thayronsan em Ter 28 Jun 2011, 13:56

Os 7 Chakras e Seu Poder!



Em Primeiro lugar gostaria de dar meus votos de P.P. a todos!

Estarei aqui falando sobre o poder dos chakras, seu equilíbrio e sua força. Estarei colocando uma matéria, que até agora foi a melhor explicação de todos os sites que já vi sobre a questão dos chakras.

Fonte:http://www.portalangels.com/saude/categoria/chakras

Os Chakras são canais dentro do corpo humano (nadis) por onde circula nossa energia vital (o prana) que nutre órgãos e sistemas.
É através dos nadis (meridianos) – caminhos invisíveis dentro do nosso organismo – que a energia vital caminha por todo o nosso corpo e chega aos chakras, em pontos que concentram vibrações mais específicas.
A palavra chakra vem do sânscrito (umas das línguas sagradas da Índia) e significa “roda”, “disco”, “centro” ou “plexo”. Quando dois ou mais canais de energia se encontram, formam-se “vórtices” de energia – nesta forma os chakras são percebidos como vórtices (redemoinhos) de energia vital, espirais girando em alta velocidade, vibrando em pontos vitais de nosso corpo.
Nosso corpo físico tem uma ligação sutil com o mundo astral. Os chakras são pontos de interseção entre vários planos e através deles nosso corpo etérico se manifesta mais intensamente no corpo físico. É através do desequilíbrio desta energia vital que as pessoas adoecem e acabam obstruindo esta ligação com o Divino.
Cada Chakra coordena e reflete a anatomia e a saúde física, mental, emocional e espiritual do indivíduo.
Os principais chakras são:
- Muladhara – O primeiro chakra éconhecido como Chakra Base ou Raiz (base da espinhal dorsal)
- Svadhisthana – O segundo chakra também chamado esplênico, sacro ou do baço
- Manipura – O terceiro chakra é conhecido como Chakra do Plexo Solar (região do umbigo)
- Anahata – O quarto chakra situa-se na direção do coração (timo e coração)
- Visuddha – O quinto chakra fica na frente da garganta (está ligado à tireóide)
- Ajna – O sexto chakra situa-se no ponto entre as sobrancelhas (conhecido como “terceiro olho)
- Sahasrara – O sétimo chakra situa-se no alto da cabeça

1º Chakra (Muladhara )




É o primeiro chakra (conhecido como Chakra Base ou Raiz), está situado na base da espinha dorsal. Relaciona-se com o poder criador da energia sexual. Quando esse chakra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas. Quando excessivamente energizado, indica excesso de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de um tumor no local.
Mantra: LAM
Localização:
Na região compreendida entre o ânus e órgãos genitais
Faixa de Ação:
Do joelho até os ovários
Função:
Reger nossa capacidade de entrar na vida, escolhendo o que queremos e o que não queremos para nós. Ir a luta.
Palavra Chave: Ativação
Cor: Vermelho
Vermelho-fogo, Marrom, o vermelho da energia e da atividade mais interna do núcleo do nosso planeta.
Planeta Elemento:
Saturno; Terra.
Símbolo:
Lótus de 4 pétalas
Principio básico:
Vontade física para ser, consciência física, energia vital, vontade de viver e confiança, relação com a terra e o mundo material, estabilidade, perseverança e segurança, sentido de responsabilidade face a si mesmo.
Função dos sentidos:
Olfato
Glândula correspondente:
Supra renais
Hormônios correspondentes:
Adrenalina e Noradrenalina que adaptam o sistema circulatório as necessidades de cada momento, atuam no equilíbrio da temperatura do corpo e do batimento cardíaco.
Do ponto de vista anatômico:
Esta relacionado com tudo o que è sólido, como a coluna vertebral, os ossos os dentes e as unhas, ambas as pernas, e o ânus o reto, o intestino grosso, o intestino delgado, a próstata, a vagina e o útero, o sangue, a constituição celular, parte inferior das costas.
Tratamento:
Musculatura das coxas, problemas sexuais e genitais, útero, trompas, ânus, hemorróidas, infertilidade, distúrbios hormonais, falta de coragem e problemas sanguíneos
Aspecto:
Etéreo inferior, plano físico, instinto de sobrevivência, senso de identidade. Liga-nos com o mundo físico, contato com o espírito da Mãe-Terra, necessidades básicas individuais, bem como as globais, da vida e da sobrevivência nesse planeta. Constitui a fonte de força vital para os chakras mais elevados, é a sede do inconsciente coletivo cujo conhecimento acumulado se torna aqui acessível, alem disso o primeiro Chackra proporciona-nos força de vontade e estabilidade.
Vogal:
Corresponde a vogal u, o som u estimula um movimento dirigido para baixo, na direção das raízes, leva as profundezas do subconsciente, e desperta as forças primitivas, terrenas do primeiro Chackra.
Cromoterapia:
Vermelho claro e brilhante, aquece, anima tráz vitalidade e coragem
Contato com a natureza:
Aurora, Pôr do Sol, Terra fresca
Força positiva:
Estabilizador, fixando a Terra

2º Chakra (Svadhisthana)



O segundo chakra também chamado esplênico, sacro ou do baço, é responsável pela energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas mais sutis, que a seguir são distribuídas pelo corpo. Quando esse chakra é estimulado, propicia uma boa captação energética.
Mantra: VAM
Localização:
Região umbilical (2 cm. abaixo do umbigo), entre o osso púbico e o umbigo – acima dos genitais, também alinhado com a coluna e abre-se para frente.
Faixa de ação:
Dos genitais até abaixo da boca do estômago
Função:
Onde são elaboradas as questões do cotidiano como:desejos, manutenção das espécies, sensualidade, paixão e apegos materiais
Palavra-chave: Cotidiano
Cor: Laranja, a cor interior das águas.
Elemento: Água.
Símbolo:
Lótus de 6 pétalas
Principio básico:
Reprodução criativa do ser
Função dos sentidos:
Paladar
Glândula correspondente:
Glândulas sexuais- ovário, próstata, testículos.
Hormônios correspondentes:
Estrógeno, Testosterona.
Do ponto de vista anatômico:
Os órgãos associados a esse centro energético são os quadris, ovários, útero, as tubas uterinas, a pélvis a região lombar, os rins a bexiga, o intestino grosso, Tudo que é líquido como o sangue, a linfa, os sucos digestivos, o esperma.
Aspecto:
Relacionados com as necessidades básicas associado à sexualidade e auto-estima, ao poder pessoal e ao poder no Mundo; dá acesso ao corpo emocional em seu nível mais próximo do corpo físico; abriga a nossa criança interior.
As imagens de nossa existência, de vidas passadas e traumas ficam guardadas nesse Chakra. A capacidade de dissipar antigas emoções é também desenvolvida por meio deste chakra – as principais energias fecundantes e acolhedoras que permeiam toda a natureza, parte de um processo de criação continuo, que se expressa em nós mesmos por intermédio na forma de sentimentos e ações criativas, se expressa no plano físico pela ação desintoxicaste e eliminadora dos rins e da bexiga. Já, no nível psíquico é vivenciado através do desprendimento e do livre fluxo dos sentimentos através dos quais estamos prontos a experimentar a vida original e sempre nova.
Vogal:
É ativado pela vogal “o” fechado, como na palavra sono. A vogal “o” liberta um momento circular, desperta a profundeza dos sentimentos levando à totalidade circular nas quais as energias masculinas e femininas alcançam a unidade, um harmonioso e fluente jogo de forças conjuntas.
Cromoterapia:
Laranja, estimulante e renovador. Liberta de padrões emocionais cristalizados, sentimentos de autovalorização,e desperta a alegria do prazer sexual.
Contato com a natureza:
Luar, Água límpida.
Força positiva:
Purificadora levando a fluir

3º Chakra (Manipura)







O terceiro chakra (conhecido como Chakra do Plexo Solar) localiza-se na região do umbigo ou do plexo solar, e está relacionado com as emoções. Quando muito energizado, indica que a pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos. Quando fraco sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.
Mantra: RAM
Localização:
Início da cavidade abdominal (boca do estômago) – Está situada cerca de dois dedos a cima do umbigo, na altura das costelas inferiores. Abre-se para frente
Faixa de ação: Da cintura até o estômago
Função:
Elaborar a confiança nos instintos e na voz interior (realização pessoal)
Palavra-chave: Eu
Cor: Amarelo e amarelo dourado.
Através da crescente integração e unificação interior, a luz amarela de compreensão intelectual aos poucos se transforma na luz dourada da sabedoria e da plenitude.
Elemento:
Fogo.
Símbolo:
Lótus de 10 pétalas
Principio básico:
Constituição do ser
Função dos sentidos:
Visão
Glândula correspondente:
Pâncreas, transformação e digestão dos alimentos, produz o hormônio insulina
Hormônios correspondentes:
Insulina (Bile)
Do ponto de vista anatômico:
Os órgãos associados a esse centro são a parte inferior das costas, o estômago, o fígado, a vesícula biliar, baço, sistema digestivo, sistema nervoso vegetativo
Tratamento:
Aparelho digestivo e respiratório, fumo e bebida, alimentar-se pouco ou excessivamente, problemas de posicionamento pessoal (raiva, agressividade, pouca força de vontade, auto-estima)
Aspecto:
O plexo solar recebe, distribui e processa a energia possível a percepção. Liga-se ao nível inferior do corpo mental, que representa a mente racional e consciente. Está associada a esse Chackra a autoconfiança e o instinto de sobrevivência, a habilidade para o comercial, a matemática, a determinação e a capacidade para aprender e de incentivar a si mesmo. No terceiro Chackra, o nosso sol, com o centro de força entramos num relacionamento ativo com as coisas do Mundo e com outras pessoas. A energia emocional flui para o exterior, nossos relacionamentos, simpatias e antipatias, bem como a capacidade de estabelecermos relacionamentos emocionais duradouros; é onde se encontra a identidade social.
Vogal:
A vogal “o” aberta, como na palavra Sol. A entoação da vogal provoca um movimento circular dirigido para fora. Ele estimula a formação exterior do ser partindo de uma perfeição interior. Contribui com a manifestação de amplidão, plenitude e alegria no Mundo.
Cromoterapia:
Amarelo claro e dourado. Anima a atividade dos nervos e do pensamento, propicia alegria, ajuda a ingressar ativamente na vida, estimula a assimilação física e psíquica. O dourado, em caso de problemas espirituais, age como esclarecedor e calmante, favorece a atividade mental.
Contato com a natureza:
Luz do sol, Campo em flor, Campo de trigo maduro, Girassóis.
Força positiva:
Transformadora, formadora e purificadora.

4º Chakra (Anahata)




O quarto chakra situa-se na direção do coração. Relaciona-se principalmente com o timo e o coração. Sua energia corresponde ao amor e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção. Na tradição católica, este chakra é simbolizado pelo coração luminoso de Cristo. Quando ativado desenvolve todo o potencial para o amor altruísta. Quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior dedicação ao próximo. No aspecto físico, também pode indicar doenças cardíacas.
Mantra: YAM
Localização:
Entre os mamilos, na região toráxica. Este situado na altura do coração, no meio do peito. Abre-se para fora.
Faixa de ação:
Do alto do estômago até as axilas
Função:
Controlar as emoções
Palavra-chave: Afetividade
Cor:
Verde, Rosa ou Dourado
O verde é a cor da cura bem como da harmonia e da simpatia. A cor verde clara significa capacidade de cura.
Uma aura dourada impregnada de rosa, demonstra uma pessoa que vive no amor puro e dedicado ao Divino.
Elemento:
Ar
Símbolo:
Lótus de 12 pétalas
Principio básico:
Abnegação do ser
Função dos sentidos:
Tato
Glândula correspondente;
Timo
Hormônios correspondentes:
Cientificamente não esclarecido, pesquisas em andamento
Do ponto de vista anatômico:
Os órgãos associados são: coração, parte inferior dos pulmões, ombros, o sistema circulatório e a parte superior das costas, peito, cavidade torácica, sangue, pele e mãos.
Tratamento:
Doenças do coração (aspectos físicos e emocionais) tais como: disfunções geradas pelo excesso de saúde, amor, solidão, marasmo e apatia
Aspecto:
O Chakra cardíaco liga o corpo e a mente ao espírito. Rege a capacidade da pessoa de amar a si mesmo e aos outros de dar e receber.
O rosa é a cor predominante das flores usadas em essências, encontramos aqui a capacidade de compreender e compartilhar as coisas, de nos sintonizarmos e de vibrar em conjunto. Também nos damos conta da beleza da natureza – aqui imagens, palavras e sons são transformados em sentimentos. Mágoas profundas podem causar bloqueios na aura, chamadas de cicatrizes do coração, e quando vem a tona despertam as dores mais profundas; mas também liberam o coração, curando-o desenvolvendo a sensibilidade e possibilitando um novo crescimento.
Compaixão, compartilhar, participar com todo coração, abnegação, altruísmo e cura.
Acesso ao corpo emocional, nível mental superior.
Vogal:
O Chakra do coração está relacionado com a vogal “A”. Ela simboliza a percepção imediata do coração e representa a expressão máxima da plenitude da voz humana. Está envolvida com a aceitação sem preconceitos de todas as manifestações de afeto das quais surge o amor.
Cromoterapia:
Verde: harmonia e compaixão. Nos tornamos reconciliadores, traz simpatia e transmite sensação de paz, regenera o corpo a mente e a alma.
Rosa: desperta sentimentos de amor e carinho. Proporciona uma felicidade infantil, estimula a atividade criativa.
Contato com a natureza:
Natureza intocada, Flores, Céu rosado.
Força positiva:
Abridora e ligadora

5º Chakra (Vishuda)




O quinto chakra fica na frente da garganta e está ligado à tireóide. Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz. Quando desenvolvido, de forma geral, indica força de caráter, grande capacidade mental e discernimento. Em caso contrário, pode indicar doenças tireoidianas e fraquezas de diversas funções físicas, psíquicas ou mentais.
Mantra: HAM
Localização:
No ângulo formado pelo encontro dos ossos da clavícula. Situado entre a cavidade do pescoço e a laringe. Nasce na altura da vértebra cervical e abre-se para frente
Faixa de ação: Das axilas até os ouvidos
Palavra-chave: Comunicação
Cor:
Azul-claro, prateado e o azul esverdeado.
Elemento:
Éter
Símbolo:
Lótus de 16 pétalas
Planeta:
Mercúrio
Principio básico:
Ressonância do ser
Função dos sentidos:
Audição
Glândula endócrina correspondente:
Tiróide: Papel decisivo no desenvolvimento do esqueleto e dos órgãos internos, equilibra o crescimento físico e mental, regulariza o metabolismo hormonal (tiroxina)
Hormônios correspondentes: Tiroxina (Tri-iodo-tiroxina)
Do ponto de vista anatômico:
Região da garganta, da nuca e do queixo, ombros, vértebras servicais, ouvidos, órgãos da formação da voz, cordas vocais, traquéia, pescoço, nariz, orelhas, brônquios, região pulmonar superior, esôfago, braço.
Tratamento:
Garganta, tireóide, voz, coluna, nuca, boca, dentes, face, ouvidos.
Auto-expressão, criatividade, inibição, repressão, genialidade e problemas de comunicação (dificuldade em dar e receber)
Conflitos de Saúde:
Gagueira, laringite, otite, afonia, rouquidão.
Música:
Nota musical (sol)
Aspecto:
O quinto Chakra constitui uma importante ligação dos chakras inferiores com os centros da cabeça. Serve como ponte entre nossos pensamentos e sentimentos, entre nossos impulsos e reações, transmitindo ao mesmo tempo o conteúdo de todos os chakras ao Mundo exterior.
Através do Chakra da garganta expressamos tudo o que vive em nosso interior, o nosso riso e o choro, nossos sentimentos de amor e de alegria bem como o medo e a raiva, nossas intenções e desejos, nossas idéias, compreensões e percepções dos mundos interiores.
É o centro da comunicação e da audição incluindo a clareaudiência, da receptividade e da criatividade, do acesso ao padrão etérico. Através do quinto Chakra desenvolvemos a capacidade de auto-reflexão.
Este chakra está relacionado ao funcionamento do sentido da audição onde abrimos nossos ouvidos e escutamos as vozes audíveis e ocultas da criação. Também nos damos conta de nossa voz interior, entramos em contato com a mente e recebemos a inspiração.
Desenvolvemos uma inabalável confiança na orientação pessoal mais elevada, nos tornamos conscientes de nossa verdadeira tarefa na vida.
Reconhecemos que nossos mundos interiores, bem como os mundos de matéria mais sutis da vida são tão reais quanto o mundo exterior, e tornamo-nos capazes de captar e transmitir informações dos setores da matéria mais sutil e das dimensões mais elevadas da realidade Talvez o mais complexo, visto que toda possibilidade de mudança, transformação e cura está ali concentrada incluindo a capacidade de resolver conflitos do passado por meio da liberação Kármica.
Vogal:
O Chakra da garganta é animado pela vogal “E”. Ela une o coração e a mente. Esse som permite a expressão desse chakra.
Cromoterapia:
Azul claro e azul vivo, turquesa elétrico. Propicia calma e amplidão. Predispõe a inspiração espiritual.
Nota musical:
Sol
Contato com a natureza:
Céu azul, reflexo do céu nas águas, leve bater de ondas.
Força positiva:
Comunicadora transmissora.
A expressão do meu ser é o meu amor tornado visível.
Mãos:
Dedo mínimo

6º Chakra – Terceiro Olho (Ajna)





O sexto chakra situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como “terceiro olho” na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau.
Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana.
Mantra:
OM (alguns estudiosos mencionam o KSHAM, quem eu "Thayron" aconselho mais o KSHAM, pois o OM também pertence ao 7º chakra, desta maneira não entram em conflito.)
Localização:
Entre as sombrancelhas. O sexto Chakra está situado um dedo acima da base do nariz, no meio da testa. Abre-se para frente.
Faixa de ação: Dos ouvidos até o alto da testa
Função: Responsável pela percepção
Palavra-chave: Compreensão
Cor:
Índigo, também o amarelo e o violeta. O pensamento racional ou intelectual pode dar origem aqui a uma irradiação amarela. O azul índigo indica intuição e processo de compreensão integrados. A percepção extra sensorial é demonstrada pelo tom violeta.
Símbolo:
Lótus de 96 pétalas
Principio básico:
Autoconhecimento. Percepção consciente do ser.
Função dos sentidos: Todos os sentidos, também a percepção extra-sensorial.
Glândula correspondente:
Hipófise.
Hormônios correspondentes:
Vasopressina (hormônio antidiurético), pituitrina.
Do ponto de vista anatômico:
As partes do corpo associadas a esse Chakra são: os olhos, ouvidos, nariz, cavidades adjacentes, a face, o cérebro o sistema nervoso central.
Tratamento:
Percepção dos ouvidos, percepção Extra Sensorial, problemas de visão, rinite, sinusite, concentração, raciocínio, desequilíbrios mentais, doenças nervosas, memória, dificuldade de enxergar a realidade das situações.
Aspecto:
É a sede das forças mentais mais elevadas, do discernimento intelectual, da memória e da vontade, e constitui a central de comando mais elevada do sistema nervoso central, no nível físico.
É por meio do sexto Chakra que se vê além das realidades físicas e se penetra no reino psíquico para além do entendimento da verdade não física. Ele forma a segunda camada da aura e dá acesso ao padrão do corpo celestial.
Através do terceiro olho estamos ligados ao processo de manifestação por meio da força do pensamento. O processo de criação tem inicio quando o ser repousado em si mesmo começa a ter consciência de sua própria existência. Com isso ocorre o primeiro relacionamento sugeito-objeto, portanto, a primeira dualidade. Com base nessa vibração primitiva, através de processos de tomada de consciência, novos e diferenciados padrões de vibrações são sempre provocados.
No ser humano esta contido todos os processos da criação, desde o ser puro até a matéria condensada, representada pelos diferentes níveis de vibrações dos chakras. Assim o processo de manifestação ocorre em nós e por meio de nós.Uma vez que o terceiro olho é a sede de todos os processos de conscientização, recebemos aqui a faculdade de manifestar, indo até a materialização e desmaterialização. Podemos criar novas realidades no plano físico e destituir antigas realidades.
Vogal:
È ativado pela vogal “I”. Representa a força da inspiração, que sempre o leva a novas compreensões.
Cromoterapia:
O índigo transparente abre e clareia o sexto Chacra.
Fortalece e cura os sentidos, abrindo os níveis mais sutis da percepção.
Contato com a natureza:
Céu noturno
Força positiva:
Reconhecedora

7º Chakra (Sahasrara)





O sétimo é o mais importante dos chakras, situa-se no alto da cabeça e relaciona-se com o padrão energético global da pessoa. Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta. Através dele recebemos a Luz Divina. A tradição de coroar os Reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chakra, de modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser humano.
Mantra: OM (alguns estudiosos mencionam o KSHAM-AUM)
Localização:
Topo da cabeça. O sétimo Chakra situa-se no ponto mais alto, no centro externo da cabeça. Abre-se para cima.
Faixa de ação:
Centros nervosos e cérebro
Função:
Irradiar a conciência humana para que ela se conecte com a Energia Divina, assimilando-a e canalizado-a para os demais chakras físicos
Palavra-chave: Percepção
Cor:
Branco dourado (12 pétalas centrais) e Violeta (960 pétalas restantes)
Violeta, também o branco e o dourado. Brilha com todas as cores do arco-íris, nas a cor predominante é o violeta. A flor exterior do Chakra é formada por 960 pétalas. No seu interior encontra-se uma segunda flor com 12 pétalas que brilha como uma luz branca impregnada de dourado.
Símbolo:
Lótus de mil folhas
Principio básico:
Ser puro
Glândula correspondente:
Pineal (epifese)
Hormônios correspondentes:
Serotonina (Enteramina, Melatonina)
Do ponto de vista anatômico:
Cérebro e crânio
Tratamento:
Distúrbios nervosos de qualquer tipo de desconexão com a realidade, problemas mentais e de desequilíbrio.
Aspecto:
Esse centro é a ligação entre o plano físico e o nosso Eu Superior, a nossa divina presença. É o lugar onde a vida anima o corpo físico; é onde encontramos o cordão de prata que liga os corpos aurais.
É com o prolongamento desse Chakra que o corpo de luz e a alma suprema entram no corpo na hora do nascimento, e é por ali que o deixa no momento da morte.
É por meio desse Chakra que tomamos consciência de que temos uma identidade extra-fisica e de que somos parte de um plano Universal. Nele estamos ligados ao ser infinito, divino e sem forma (mas que contém em si todas as formas e qualidades não manifestadas). Nele vivemos e nos sentimos em Deus, nos tornando Um com a origem divina da qual proviemos.
Nosso campo de energia pessoal mistura-se com o campo de energia Universal. O que antes compreendíamos de modo intelectual e de forma intuitiva torna-se agora uma compreensão completa. Nele experimentamos as mais diversas formas da expressão da criação, entre as quais também se situa o nosso corpo como um brinquedo da consciência Divina com a qual nos tornamos um só.
Vogal:
O som “M” abre o Chakra coronário. É como um sussurro contínuo, sem limites e sem estrutura. Desse modo representa a unidade não dividida e a consciência pura, sem forma e ilimitada, na qual estão contidas todas as outras formas em estado latente.
Cromoterapia:
O violeta e o branco
O Violeta produz transformação da mente e da alma, dissolve limitações, abre-nos a dimensões espirituais e pode nos levar a experiências de unidade cósmica.
O Branco contém o espectro de todas as cores, integra diversos níveis da vida de forma a uma totalidade superior, abre a alma à luz Divina, para a compreensão e a cura.
Contato com a natureza:
Cume da montanha
Força positiva:
Transcendente

Agora para aperfeiçoar os estudos sobre os Chakras, proponho a vocês assistirem os videos abaixo pois eles dão uma grande enfase na importância e o poder de se ter o corpo em equilibrio.

Parte 1


Parte 2




Parte 3






Bem espero que esse estudo dê a vocês a luz para seguir a vida de um modo melhor, em equilíbrio e em vigor.

Meus votos de P.P.

Thayron San.
avatar
thayronsan

Mensagens : 2
Idade : 27
Data de inscrição : 27/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum